O projeto Parcours está em desenvolvimento desde maio de 2007 e teve como ponto de partida o Prêmio Estímulo às Artes, da Fundação Clóvis Salgado, através de proposta premiada de montagem de espetáculo de dança, que propunha a transposição da técnica Parkour para a caixa cênica, mais especificamente o espaço do Galpão Cine Horto, com estréia prevista para outubro de 2007, em Belo Horizonte.

Projeto Parcours se divide nas seguintes fases:

> “Parcours”: espetáculo que realiza diálogo entre dança contemporânea e Parkour, que teve sua estréia em outubro de 2007, no Galpão Cine Horto, em Belo Horizonte;
> “Parcours – Novos Olhares, Novos Percursos”: segunda fase do projeto Parcours vencedor do Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna que propõe continuidade da pesquisa entre dança contemporânea e Parkour, mas agora com foco nas ruas da cidade de Belo Horizonte;
> “Parcours – Residência em Movimento”: pesquisa realizada em Londres, Inglaterra, por Bruno Peixoto sobre a relação das técnicas de Parkour com as Artes Cênicas: Teatro, Dança, Circo e Performance;
> “Parcours – Percursos pelas Ruas”: quarta etapa do projeto, que pretende realizar espetáculo de dança, para ser apresentando em ruas e praças públicas, aproveitando o mobiliário urbano de cada cidade visitada, com previsão de realização em 2011.